MEDIDAS COVID-19

Tudo o que precisas saber sobre o funcionamento do Torreshopping

Há novas regras e medidas de segurança no Torreshopping que todos devemos pôr em prática. Neste artigo, respondemos às perguntas mais frequentes dos nossos clientes sobre o “novo normal” do Torreshopping. Desde as medidas obrigatórias por lei, às medidas recomendadas, às lojas em funcionamento, aos métodos de pagamento, entre muitos outros temas, #TodosBemSeguros vamos ultrapassar esta fase.


O que passa a ser obrigatório?

  • Higiene das mãos e etiqueta respiratória.
  • Uso obrigatório de máscaras ou viseiras no interior do centro e lojas, é aplicável a pessoas com idade superior a 10 anos. Fica dispensada esta medida mediante apresentação de:
    • Atestado médico de incapacidade Multiusos ou declaração médica, no caso de se tratar de pessoas com deficiência cognitiva, do desenvolvimento e perturbações psíquicas;
    • Declaração médica que ateste que a condição clínica da pessoa não se coaduna com o uso de máscara ou viseiras.
  • Distanciamento mínimo entre as pessoas de pelo menos 2 metros.
  • Lotação máxima de 5 pessoas por 100m2 nas instalações fechadas.
  • Reduzir a capacidade máxima do estabelecimento (interior, incluindo balcão e esplanada):
    • Manter a redução a 50%, dispondo sempre que possível, as cadeiras e as mesas por forma a garantir uma distância de, pelo menos, 2 metros entre as pessoas;
    • Assumir a lotação de 100%, desde que sejam utilizadas barreiras físicas impermeáveis de separação entre os clientes que se encontrem frente a frente e um afastamento entre mesas de um metro e meio.
  • A capacidade máxima de pessoas/serviço do estabelecimento deve estar afixada em documento próprio, visível para o público.
  • Garantir que as instalações sanitárias possibilitam a lavagem das mãos com água e sabão e a secagem das mãos com toalhas de papel de uso único.

 

O que é aconselhado por lei?

 

  • Impedir que os clientes modifiquem a orientação das mesas e das cadeiras nas zonas de restauração.
  • Garantir de que as pessoas permanecem dentro do espaço apenas pelo tempo estritamente necessário.
  • Utilizar corretamente uma máscara, durante todo o período de trabalho num espaço com múltiplas pessoas, respeitando as condições de higiene e de segurança durante a sua colocação, utilização e remoção. Considerar substituição da máscara respeitando estas condições.
  • O uso de luvas para preparar alimentos não substitui a adequada e frequente higienização das mãos.
  • Considerar a utilização de máscara nos serviços takeaway e delivery que estão instalados dentro dos estabelecimentos.
  • Dar preferência ao pagamento através de meio que não implique contato físico entre o colaborador e o cliente (terminal de pagamento automático contactless e/ou MB Way).
  • Respeitar as orientações de circulação sugeridas no interior do Torreshopping.

 

O que deves saber quando planeares a tua visita ao Torreshopping

1. Quantas pessoas podem estar ao mesmo tempo dentro do centro comercial? 

O Torreshopping tem a capacidade de 775 pessoas, tendo em conta a lotação máxima de 5 pessoas por 100m², prevista na lei. Todos os espaços comuns no centro bem como as lojas contam com a informação em local visível da lotação máxima, para esclarecimento de todos os utilizadores. 

 

2. Posso circular livremente no centro comercial? 

Poderá circular livremente no centro contudo importa analisar todos os novos circuitos no centro, criados para assegurar um maior distanciamento social. O centro conta com uma nova sinalética e painéis informativos ao abrigo da campanha de comunicação #TodosBemSeguros, assegurando uma experiência de visita com a máxima segurança e conforto. 

3. Como vai ser feito o controlo do uso de máscaras a todos os clientes?

Para assegurar que todos os clientes estão protegidos com máscara ou viseira, o centro reforçou a equipa de segurança nos acessos ao Centro. Contudo, o comportamento individual e de proteção de cada um dos visitantes será, não só determinante, como um dever cívico.

4. Há alguma restrição/medida para diminuir o tempo de espera em cada loja ou reduzir a concentração de pessoas à entrada dos espaços?

À porta de cada loja será possível recolher, em tempo real, informação sobre a lotação da mesma através de um QRCode, sem ter que descarregar qualquer aplicação. Em caso de a loja contar com lotação máxima nesse momento, é sugerido que aguarde até poder entrar na mesma ou que se dirija a outra loja com lotação inferior e rentabilizar o seu tempo. 

5. Como posso receber informações?

Existem três formas de obter informações no centro, todas elas com as respetivas medidas de segurança e regras de distanciamento social: 

  • Junto de um membro da equipa de vigilância.
  • Junto da Administração.
  • O centro conta com uma nova sinalética e painéis informativos ao abrigo da campanha de comunicação #TodosBemSeguros.

Para obter informações remotamente, poderá contactar-nos através do número (+351) 249 820 800 ou através do email Joaquina.romao@cbre.com, bem como através do website e redes sociais.

6. Quantas vezes, ao longo do dia, são desenvolvidas as atividades de desinfeção e higienização do centro?

Os dispensadores de gel hidra alcoólico aumentaram as suas localizações e estarão disponíveis a todos os visitantes e clientes. Todos os serviços de limpeza e desinfeção mantém o plano em vigor (limpeza extra em áreas de maior tráfego e áreas de maior ponto de contato de 2 em 2 horas) e o sistema de climatização será ainda alterado, de forma a minimizar a propagação e qualidade de ar do centro.

7. Existe algum espaço de isolamento caso sejam identificadas pessoas com sintomas de Covid-19?

Caso sejam identificadas pessoas com sintomas de Covid-19, o centro conta com um espaço de acolhimento para primeiros socorros que também servirá como isolamento. O espaço está equipado com materiais de proteção e avaliação, bem como plano evacuação do edifício, caso necessário.

8. Posso pedir o livro de reclamações?

Sim, a partir do dia 1 de Junho, já poderá pedir o livro de reclamações, sem prejuízo do cumprimento das normas de higiene e segurança.

9. Os tempos de espera têm aumentado?

Apesar dos portugueses já estarem familiarizados com as regras de distanciamento social e consequente aumento de tempo de espera, o Torreshopping encetou diversas medidas para os minimizar, como a criação de QRCodes na porta de cada loja onde será possível recolher, em tempo real, informação sobre a sua lotação. 

É sugerido que cada visitante prepare antecipadamente a sua visita ao centro, analisando no website do centro os serviços e lojas em funcionamento e respectivos horários, bem como todas as normas se segurança.

10. Os provadores das lojas estão a funcionar?

Os provadores são da responsabilidade de cada loja. Deve ser promovido o controlo de acesso aos provadores, inativando parcialmente alguns destes espaços, por forma a garantir as distâncias mínimas de segurança. Deverá ser garantida a desinfeção de mostradores, suportes de vestuário e cabides após cada utilização, bem como a disponibilização de soluções desinfetantes cutâneas para utilização dos clientes.

11. Como é que está a ser controlado o acesso às casas de banho?

Todos os espaços comuns no centro como WC, praça de restauração, elevadores e outros espaços de convergência, são monitorizados pelas equipas do Torreshopping, quer pela equipa de vigilância como de limpeza, contudo, o comportamento individual e de proteção de cada um dos visitantes será, não só determinante, como é um dever cívico.

Nos WC foram ainda substituídos todos os equipamentos por opções sem toque - como torneiras e recipientes para resíduos - a secagem das mãos foi convertida em toalhas de papel de uso único e os espaços contam com suportes informativos sobre etiqueta respiratória e higiene de mãos.

12. Como é feita a renovação do ar do interior do centro?

Todos os serviços de limpeza e desinfeção mantém o plano em vigor (limpeza extra em áreas de maior tráfego e áreas de maior ponto de contato) e o sistema de climatização foi alterado, de forma a minimizar a propagação e qualidade de ar do centro.

13. Qual é a distância mínima da disposição das cadeiras e das mesas?

Na praça de restauração reduzimos a capacidade máxima do mesmo de acordo com as recomendações da DGS, garantindo as distâncias de segurança de 2 metros entre lugares. Foram ainda criadas zonas de família, destinadas a coabitantes que não deverão ultrapassar as 150 pessoas.  Não será permitido que os clientes modifiquem a orientação das mesas e das cadeiras nas zonas de restauração.

14. Os restaurantes continuam apenas com serviço de take away e/ou delivery?

A partir do dia 1 de Junho os restaurantes da nossa praça de restauração estarão disponíveis a todos os clientes. Os serviços de take away/delivery vão manter-se, tendo sido criadas faixas próprias para quem optar por este serviço. É sugerido privilegiar a utilização do serviço take away;

15. Como vai ser controlado se os clientes modificam a orientação das mesas e das cadeiras?

O controlo de acessos à praça da restauração, bem como utilização será feito por intermédio de vigilantes ou outro elemento da equipa de operações do centro. Ainda assim todas as melhores práticas e regras de utilização estarão visivelmente afixadas em vários locais do centro comercial.

16. A loiça será descartável?

A escolha do material utilizado é da responsabilidade do respetivo restaurante, tendo em conta as suas características e impacto ambiental. Independentemente do tipo de material escolhido, cada estabelecimento certifica-se que as normas de limpeza e higienização são cumpridas, seguindo as boas práticas e/ou orientações específicas, como lavagem de loiça a 80/90 graus ou imersa em solução de hipoclorito de sódio a 0,05%.

Aconselhamos que visite o website ou as plataformas sociais da sua marca preferida para verificar as normas de segurança colocadas em prática.

 

17. Onde posso aquecer a comida do meu filho? Como funcionam os baby points?

O uso de babypoints, nomeadamente de micro-ondas é desaconselhado pela DGS e estará fora de serviço até que sejam levantadas as atuais regras de desconfinamento. Sugerimos que todos os nossos clientes com filhos menores tragam os alimentos e bebidas previamente aquecidos em suportes próprios como caixas ou garrafas térmicas. 

 

18. No caso de um funcionário do centro ser confirmado com Covid-19 qual é o procedimento previsto? 

O centro conta com um espaço para primeiros socorros, também destinado para casos de suspeição de contaminação e respetivo plano de evacuação, caso necessário. No caso de serviços e colaboradores afetos ao centro, todos eles serão alvo de medição de temperatura diária – caso aceitem, pois não o podemos impor esta regra.

A cooperação e autoanálise de todos vai ser decisiva e tem havido um grande reforço do centro neste sentido em matéria de formação. Caso apresentem sintomas ou tenham familiares/ pessoas com quem contactaram com sintomas, serão imediatamente enviados para quarentena – o centro tem implementado um plano de rotação das suas equipas de gestão, alternando a atividade no terreno com teletrabalho a cada semana, para responder a estes casos.

19. Profissionais de saúde, elementos das forças e serviços de segurança eidosos têm prioridade no atendimento?

As regras de atendimento prioritário mantém-se para pessoas com deficiência ou incapacidade, pessoas idosas, grávidas e pessoas acompanhadas de crianças de colo. Durante a pandemia Covid-19, adicionalmente, os profissionais de saúde, os elementos das forças e serviços de segurança, de proteção e socorro, o pessoal das forças armadas e de prestação de serviços de apoio social beneficiam do atendimento prioritário.

20. Vai haver alguma alteração a nível de horários das lojas e do centro?

O centro irá manter o seu horário normal, das 10:00 às 23:00. Relativamente às lojas, os horários poderão ainda ser passíveis de alterações, tendo em conta esta fase de desconfinamento. Pode aceder a esta informação atualizada aqui.

21. Como funciona o cinema e como será a disposição das pessoas dentro da sala? Durante o filme é obrigatório o uso de máscara?

O cinema irá manter o seu horário normal à exceção da última sessão e, para assegurar o distanciamento social, os lugares terão de ser marcados, mantendo-se um lugar de intervalo entre os espectadores, exceto no caso de serem coabitantes. É obrigatório o uso de máscara ou viseira.

Sugerimos que visite o website do cinema para verificar as melhores práticas na reabertura de cinemas.

22. Quanto tempo posso permanecer no Centro Comercial?

Não há nenhuma restrição relativamente ao tempo de permanência no centro, contudo sugerimos que desenhe a sua visita e necessidades de consumo antecipadamente para que a sua experiência de visita no centro seja eficaz, célere e pautada pela máxima segurança. 

23. Por que razão impediram repentinamente a entrada no Torreshopping durante o horário de funcionamento? (momento em que o Centro atinge a lotação máxima)

O centro não impede a entrada de pessoas no edifício, contudo esta poderá ser alvo de maiores tempos de espera em determinadas alturas do dia. Este centro tem a capacidade de 775 pessoas, tendo em conta a lotação máxima de 5 pessoas por 100m2, prevista na lei. Através do nosso sistema de contagem pedonal dentro do edifício, cada vez que o centro atinge o número de visitantes máximo permitido por lei, a entrada de pessoas estará sujeita a uma maior espera, embora sejam situações mais ocasionais, que permanentes.     

24. Quais os melhores horários para ir ao centro?

O centro irá manter o seu horário normal, das 10:00 às 23:00. É expectável que horários como hora do almoço (12h30-14h30) e final de tarde/hora do jantar (18:00-22:00) o centro conte com maior afluência durante a semana. No fim de semana, habitualmente o pico situa-se entre 14:30-16:30.

Usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar considera-se que aceita a nossa política privacidade.