5 Ago

Blog

3 filmes para veres no cinema

Tony

Goste-se mais ou menos, a verdade é que ninguém fica indiferente a Tony Carreira. Foi assim durante os 30 anos da carreira musical do pai da família Carreira e tudo indica que será assim com “Tony”, o novo filme sobre o cantor.

Este trabalho documental do realizador e cineasta português Jorge Pelicano vai permitir-te ver como foi o ano de 2018 para Tony. Entrando no universo Carreira, vais poder ver como correram as digressões nacionais, as tournées internacionais e até o polémico final de carreira do cantor, um momento que abalou o país e a música nacional.

Mas nem só de música se faz “Tony”. Neste documentário intimista, vais poder ainda conhecer momentos da vida pessoal deste artista, através de testemunhos da família e amigos do menino que tinha um sonho e tornou-se num homem que mudou a música em Portugal.

Era uma vez em Hollywood

Estreia: 15 de agosto

Este é um daqueles filmes que tem tudo para dar certo: tens Quentin Tarantino a realizar e uma trama que se passa em 1969, servindo de homenagem aos momentos finais da era de ouro de Hollywood. O realizador já confessou que o título se inspira na obra do italiano Sergio Leone, referência do “western spaghetti” que dirigiu os clássicos "Era uma vez no Oeste" (1968) e "Era uma vez na América" (1984). Só isto já são motivos para deixar qualquer fã de cinema com um sorriso no rosto, não achas? Mas calma. Isto não fica por aqui.

Em “Era uma vez em Hollywood”, tens também Leonardo DiCaprio e Brad Pitt a contracenarem juntos. Sim, leste bem. Vais poder ver estes dois veteranos da 7.ª arte a darem corpo às personagens principais da história e a abrilhantarem ainda mais esta criação.<7p>

E agora a cereja no topo do bolo. Num atestado de genialidade, Tarantino e toda a sua equipa decidiram gravar este filme em 35mm. Por isso, se és fã de uma boa história, acho que já percebeste que vais ter mesmo de ir aos cinemas do TorreShopping ver este grande filme. Vemo-nos lá?>

Variações

Estreia: 22 de agosto

Depois de “Bohemian Rapsody” e “Rocketman”, está a caminho dos cinemas portugueses mais um filme sobre um astro da música: “Variações”.

Grande parte do guião do filme sobre António Variações, escrito pelo realizador João Maia, centra-se no período entre 1977 e 1981, os primeiros anos da carreira do cantor. Durante 2 horas, somos levados numa viagem desde a pitoresca aldeia de Pilar, no concelho de Amares, até à Lisboa artística dos anos 70.

É aqui que António Ribeiro (ou Toninho, para a sua mãe) se transforma no excêntrico António Variações e marca para sempre o panorama da musica nacional, num caminho repleto de dúvidas, amores, desamores e uma luta constante com as editoras, para conseguir que a sua música fosse aceite.

35 anos após a sua morte e 75 depois do seu nascimento, António Variações chega às salas do cinema do nosso país a 22 de agosto. O nosso conselho? Assiste ao filme. Sim, mesmo sabendo que o corpo é que paga, vais ver que, no final, vai valer a pena teres ido celebrar um dos ícones máximos do nosso país.

Usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar considera-se que aceita a nossa política privacidade.